O que é e como funciona uma UTI Neonatal?

O que é e como funciona uma UTI Neonatal?

O nascimento de um filho é um momento de realização e muita felicidade, de todas as formas possíveis, e em algumas circunstâncias, o nascimento prematuro de uma criança pode ser uma situação angustiante e frustrante para os pais que, por consequência, e em muitas situações,  precisam deixar o seu filho internado numa Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neonatal).

De acordo com o Ministério da Saúde, a cada 100 partos, 10 são prematuros. As causas de parto prematuro são diversas e o bebê precisa de alguns cuidados especiais antes de ir para casa.

Pensando nisso, elaboramos este post para que você conheça o que é e como funciona uma UTI Neonatal.

Boa leitura!

O que é uma UTI Neonatal?

A Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neonatal) é um local da maternidade preparado para receber bebês prematuros, que nasceram antes da 37 semanas de gestação, com baixo peso ou com problemas respiratórios, hepáticos, cardíacos, entre outros. Nesses casos, logo após o parto, o recém-nascido é levado para a UTI Neonatal de modo a receber o tratamento e atenção necessários.

Equipe médica

Geralmente, a UTI Neonatal é composta por uma equipe de multiprofissionais que cuidam da saúde e do desenvolvimento do bebê durante 24 horas por dia. Entre os profissionais que atuam na UTI, estão:

Além desses profissionais que estão presentes no hospital 24 horas por dia, caso necessário, o hospital pode chamar um profissional de outras especialidades, como, por exemplo, cardiologista, ortopedista, cirurgiões Neonatologistas, entre outros.

Na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, o bebê é avaliado periodicamente pelos profissionais que precisam averiguar a sua evolução, os batimentos cardíacos, a frequência respiratória, o peso e avaliar se a nutrição está adequada. Além de avaliar uma série de exames de investigação diagnóstica que ofereçam maior segurança e cuidado adequado com o bebê.

Equipamentos

As UTIs Neonatal são aparelhadas com equipamentos de última geração, que auxiliam no tratamento do bebê. Entre os principais equipamentos presentes numa UTI Neonatal estão:

Incubadora

As incubadoras oferecem um ambiente propício e livre de ameaças para que o bebê prematuro, com baixo peso e imunidade, ou outras deficiências, complete o seu amadurecimento de forma saudável. Atualmente, as incubadoras possuem sistemas de controle que permitem acompanhar a evolução do recém-nascido em tempo real.

Monitores cardíacos

A principal função do monitor cardíaco é verificar de forma contínua os batimentos do coração do bebê, de forma a indicar se há alguma aceleração ou desaceleração do ritmo normal. É um aparelho muito conhecido pela sua alta precisão e eficiência elevada.

Monitores respiratórios

O monitor respiratório serve para verificar a frequência respiratória do recém-nascido. A grande maioria dos monitores possuem alarmes configuráveis, de forma a oferecer suporte para os profissionais acompanharem o bebê, e agirem de forma rápida e eficaz, caso necessário.

Cateteres

Os cateteres são utilizados para drenar ou injetar fluidos em determinados locais do organismo. Ele também é muito usado para permitir o acesso de instrumentos cirúrgicos na região imposta. O cateterismo pode ser realizado em diversos órgãos do corpo, dependendo de cada caso.

Ventiladores mecânicos

A UTI Neonatal conta com respiradores de última geração, que oferece melhor desempenho no suporte com o prematuro que precise de suporte ventilatório por imaturidade na formação do pulmão e consequente incapacidade de respirar sozinho nesse momento inicial.  

Em quais casos o bebê precisará da UTI Neonatal?

Cerca de 10% dos bebês nascem prematuramente, como já mencionamos no início deste post. Por bebês prematuros, consideramos as crianças cujo parto ocorreu antes das 37 semanas de gestação. Não somente os prematuros são admitidos na UTI Neonatal, mas também qualquer bebê que apresente suspeitas de alterações ou infecções congênitas. É necessário avaliar se existem maiores complicações como por exemplo insuficiências respiratórias ou cardíacas. Bebês que evoluem com icterícia intensa (pele e olhos amarelos), presença de infecção materna, como sífilis ou infecção bacteriana que tenha ocorrido pouco tempo antes do parto são outras indicações de observação e tratamento em UTI Neonatal.

Podem ocorrer diversos problemas na saúde dos bebês prematuros. Quanto mais prematuro é o bebê, maior a probabilidade de complicações. Os problemas mais comuns são dificuldades respiratórias, hemorragias intracerebrais, infecções que podem ocasionar a morte ou algumas sequelas no futuro.

No entanto, é preciso salientar que, embora possam surgir algumas anomalias, a UTI Neonatal é o melhor lugar para avaliar a situação e iniciar o tratamento necessário. Além de estar equipado com a melhor tecnologia, as UTIs contam com profissionais experientes, responsáveis e competentes. Hoje, UTI Neonatal é sinônimo de cuidado e segurança nesse moemnto tão delicado e frágil para o bebê.

Tempo de permanência na UTI Neonatal

O tempo de permanência na UTI Neonatal varia de caso para caso. A internação pode durar entre 48 horas até meses, de acordo com a necessidade e características do recém-nascido.

É muito importante que durante a permanência na UTI, o bebê possa contar com a presença dos pais, acompanhando o tratamento e oferecendo segurança e conforto ao neném.

Quando a alta pode ocorrer?

De acordo com a avaliação da equipe médica envolvida nos cuidados com o bebê, a alta é dada pelo médico responsável.

Geralmente, quando o bebê começa a respirar sozinho, sem a ajuda de equipamentos médicos, consegue absorver toda a comida e o seu peso ultrapassa os 2,5 kg, é possível que ele tenha alta. Tudo dependerá do médico e do problema que o bebê teve.

Portanto, a mãe seguindo as orientações adequadamente, para que o tratamento possa ser continuado e para que o bebê se desenvolva normalmente, é possível que a recuperação seja ainda melhor.

Conclusão

Em caso de nascimento prematuro ou quaisquer outras complicações, a UTI Neonatal é o melhor lugar para cuidar do seu filho. A equipe médica estará preparada para receber, com bastante profissionalismo, todos os casos.

E se você está grávida, é normal ficar imaginando tudo que pode acontecer durante o parto, mas fique calma, pois é muito importante que você esvazie a mente de todas as preocupações dispensáveis, para que você tenha uma gestação tranquila.

Se você achou que o nosso post ajudou você a entender melhor o que é e como funciona uma UTI Neonatal, e se sente preparada para dar o próximo passo, clique aqui e conheça o nosso hospital maternidade.

Temos todo o conforto que você e o seu bebê merecem.

Autor: Equipe HMDL
Publicado há 1 ano

mail_outline
Inscreva-se na Newsletter do Blog do Domingos Lourenço e receba informações sobre maternidade direto no seu e-mail.

As pessoas também estão lendo...