8 dicas infalíveis para uma amamentação tranquila

8 dicas infalíveis para uma amamentação tranquila

Um dos momentos mais singulares e especiais entre mãe e filho é a amamentação. Mas existem casos em que ambos podem enfrentar dificuldades na hora de amamentar e de ser amamentado, tornando esse processo cansativo e até mesmo doloroso. 

Pensando nisso, reunimos 8 dicas de ouro que podem ajudar você e o seu bebê a terem uma amamentação mais tranquila e prazerosa e, assim, estreitando os laços.

Desejamos uma excelente leitura! 

Quais são os principais desafios na hora da amamentação?

Os principais desafios estão relacionados à “pega” incorreta, ou seja, quando o bebê não consegue amamentar da forma correta, que é abocanhar toda ou grande parte da aréola. Logo, ele não consegue se alimentar direito e pode acabar machucando a mãe, se estiver sugando o peito de maneira inadequada. 

A “pega” incorreta pode causar transtornos tanto para a mãe, quanto para o bebê. É possível que apareçam fissuras e rachaduras nos mamilos da mulher, assim como pode deixar o pequeno desnutrido e abaixo do seu peso ideal. 

Mas existem maneiras de identificar se o bebê está realizando a “pega” inadequada, a partir destes comportamentos:

8 dicas para amamentar de forma tranquila

A amamentação deve ser um momento de tranquilidade, pois ali cria-se o vínculo mais íntimo entre mãe e filho. Mas infelizmente, nem todas as mamães conseguem tornar essa experiência prazerosa, por uma série de motivos que podem ser desde a “pega” incorreta até o excesso ou a ausência de leite. 

Pensando nisso, separamos 8 dicas que podem ajudar a tornar esse processo mais calmo, confortável e agradável para mãe e bebê:

1) Esteja entregue ao momento

Estar concentrada, relaxada e 100% dedicada ao momento presente ajuda na amamentação bem-sucedida. Embora não seja sempre possível amamentar em um local calmo e sem interrupções, procure optar por essas circunstâncias que também favorecem o aleitamento. Quando se está tensa e com a adrenalina em alta, a produção de leite pode ser afetada. 

2) Use roupas confortáveis

Quando for amamentar, prefira usar roupas que não atrapalhem os seus movimentos. Também procure usar sutiãs de tecido macio (como algodão), que não apertem, que tenham alças largas, boa sustentação e sem costura na frente.

3) Procure a posição mais adequada

Na hora do aleitamento, você pode testar diferentes posições que tornem o processo mais confortável para os dois. Independentemente da posição escolhida, sempre leve o bebê até o peito e não o contrário, e se acomode em uma poltrona ou cadeira com apoio para os braços com a postura ereta. 

4) Faça com que o bebê realize a “pega” correta

Como você já viu, a “pega” correta é essencial para nutrir adequadamente o bebê com o leite materno. Após encontrar a posição ideal, preste atenção nesses passos:

O aleitamento será bem-sucedido se o bebê estiver: mexendo o queixo, respirando pelo nariz e engolindo o leite. Caso contrário, a “pega” pode estar incorreta e é possível interrompê-la ao colocar o seu dedo mindinho entre o seio e o bebê. Espere o pequeno sugar o seu dedo ao invés do peito e, depois, tente novamente. 

5) Alimente o bebê por livre demanda

Muitas mulheres se perguntam de quanto em quanto tempo pode dar de mamar ao bebê. É aconselhável que ocorra sempre que o bebê solicitar, dependendo da sua vontade.  

Apesar disso, fique atenta ao tempo médio entre uma mamada e outra: costuma ser de duas horas e meia. Já o tempo de cada mamada pode variar entre 20 a 45 minutos, mas pode mudar ao longo dos meses.

6) Cuide dos seus seios da forma adequada

Durante todo o período que estiver amamentando, a mulher precisa tomar alguns cuidados em relação às mamas, tais como:

7) Preste atenção no excesso ou na ausência de leite 

Pode acontecer de você estar produzindo leite além do necessário (o excesso pode causar empedramento ou mastite), ou então do leite não sair (pode ser o caso de algum ducto estar entupido).

Em ambas as situações, você pode estimular o esvaziamento e/ou a saída de leite com a ordenha. A ordenha consiste em massagear a região da mama em direção à aréola com a ponta dos dedos, no sentido horário. 

8) Cuide de sua alimentação

Por fim, tenha uma alimentação regrada e saudável, porque os nutrientes dos alimentos que você consome podem ser absorvidos pelo bebê durante o aleitamento. Por isso, aposte em frutas, verduras, legumes, carnes, cereais e derivados de leite, além de beber muita água para se hidratar e garantir uma boa produção de leite materno. 

Considerações finais

É possível ter uma amamentação tranquila e sem grandes transtornos, tornando esse momento em uma lembrança especial entre você e o seu filho. 

Caso você ou o bebê sintam qualquer dificuldade durante o aleitamento, procure conversar com um médico e/ou com um consultor de amamentação, que podem indicar as melhores soluções para contornar a situação. 

Se você achou que o nosso post ajudou você a entender um pouco mais sobre amamentação, clique aqui e conheça o nosso Hospital Maternidade. 

Temos todo o conforto que você e o seu bebê merecem.

Autor: Equipe HMDL
Publicado há 2 meses

mail_outline
Inscreva-se na Newsletter do Blog do Domingos Lourenço e receba informações sobre maternidade direto no seu e-mail.

As pessoas também estão lendo...