Alimentação do recém-nascido: quando e como dar de mamar?

Alimentação do recém-nascido: quando e como dar de mamar?

A amamentação é uma das experiências mais bonitas e únicas entre mãe e filho. Mas ela costuma ser diferente para cada mulher, devido a fatores, como a dificuldade (ou não) de obter a pega correta. 

No início, a amamentação pode parecer desafiadora. Mas com o passar do tempo, ela costuma se tornar mais fácil e proveitosa para a mãe e para o bebê recém-nascido. 

Para que você saiba mais sobre as melhores posições para amamentar, como e quando, preparamos este post repleto de informações importantes.

Desejamos uma excelente leitura! 

Como dar de mamar para o bebê recém-nascido? 

A experiência de amamentar é muito singular para cada mulher, mas há algumas técnicas que podem tornar esse momento mais íntimo e especial entre mãe e filho:

Pode parecer simples, mas amamentar pode se tornar complicado, principalmente no início. Fique atenta caso perceba esses sinais:

O que é o colostro, que aparece nas primeiras amamentações? 

Nos primeiros contatos entre mãe e filho, é possível que o bebê recém-nascido sugue não só o leite, mas também uma secreção chamada colostro, benéfica para o bebê.

Geralmente, o colostro é produzido durante a gestação e na primeira semana pós-parto. Sua aparência pode ser amarelada ou esbranquiçada e seu sabor é bem mais salgado que o leite. Isso se explica porque o colostro contém sódio e potássio, além de contar proteínas e vitaminas A, E e K. 

Considerado como um grande fortalecedor do sistema imunológico do bebê, o colostro é capaz de:

Quais são as melhores posições para amamentar? 

É interessante testar diferentes posições de amamentação, que podem tornar o processo mais fácil para o bebê e confortável para a mãe. Independentemente da posição escolhida, procure sempre se acomodar em uma poltrona ou cadeira com apoio para os braços, mantendo a postura ereta. 

Alterar a posição de forma esporádica facilita o esvaziamento de leite das mamas, evitando e prevenindo a inflamação das mamas, também conhecida como mastite.

Posição tradicional

Essa posição permite o posicionamento correto do bebê, facilitando o processo de pega. 

Posição transversal

Parecida com a posição tradicional, a diferença é o braço utilizado para apoiar o bebê recém-nascido.

Posição invertida

Indicada para mulheres de seios grandes ou em recuperação depois da cesárea, essa posição evita que o peso do bebê fique sobre sua barriga. 

Qual é a frequência ideal de mamadas? 

É recomendado que a mamada ocorra sempre que o bebê solicitar. Por isso, a demanda será de acordo com a vontade da criança, tornando essa experiência muito particular e variável. 

Porém, o tempo médio entre uma mamada e outra costuma ser de duas horas e meia. Cada mamada pode durar de 20 a 45 minutos, mas esse padrão pode mudar ao longo dos meses.

O fundamental é a mãe perceber que a criança está se nutrindo de forma adequada, ganhando o peso ideal para sua idade e altura. 

Considerações finais

Como salientamos ao longo do texto, a amamentação costuma ser diferente para cada mulher. Por isso, não fique frustrada caso esse momento seja difícil para você ou para o bebê. Pode ser que ambos demorem um tempo para se acostumarem. 

Caso você perceba dificuldades excessivas em realizar a pega correta ou sinta dores frequentes no mamilo, procure um médico ou um consultor de amamentação, que poderão ajudar a tornar esse momento mais confortável para você e seu bebê recém-nascido

Nesse início, também é fundamental que mãe e filho se encontrem periodicamente com o pediatra, para verificar se há ganho de peso adequado para as necessidades do bebê. 

Se você achou que o nosso post ajudou você a entender sobre amamentação em bebê recém-nascido, clique aqui e conheça o nosso Hospital Maternidade. 

Temos todo o conforto que você e o seu bebê merecem.

Autor: Equipe HMDL
Publicado há 2 meses

mail_outline
Inscreva-se na Newsletter do Blog do Domingos Lourenço e receba informações sobre maternidade direto no seu e-mail.

As pessoas também estão lendo...