As primeiras palavrinhas: quando o bebê começa a falar?

As primeiras palavrinhas: quando o bebê começa a falar?

A fala é um momento essencial no desenvolvimento do bebê. Por representar um marco em sua vida, é muito importante saber quando ele pode começar a emitir as primeiras palavrinhas e quando ele começa a entender a linguagem e o contexto em que está inserido. 

Você mal pode esperar para ouvir o seu pequeno falando “mamãe” ou “papai”? Então, continue lendo este post e veja quando a criança pode começar a falar e a se comunicar.

Mas lembre-se: não existe uma regra. Cada bebê tem o seu tempo de desenvolvimento, e o estímulo a linguagem pode ajudar – e muito – com a pronúncia das primeiras palavras. 

Neste texto, nós também vamos mostrar como você pode instigar o seu pequeno a começar a falar. 

Desejamos uma excelente leitura!

Quando o bebê começa a falar?

Geralmente, o momento em que ele pode mencionar a sua primeira palavrinha é a partir dos 10 meses. Mas o bebê é capaz de reconhecer sons logo no seu 1º mês de vida, porque ele nasce com a audição aguçada, que é desenvolvida desde a gestação. 

Como o bebê começa a falar ao longo do tempo?

Esse é um longo processo e que precisa ser estimulado pelos pais. Como as crianças aprendem por repetição, os mais velhos precisam introduzir a criança à língua para que ela se adapte ao contexto e possa falar por conta própria no futuro. 

Mas quais são as etapas dessa fase? Nós vamos mostrar a seguir. 

0 a 6 meses

A criança pode reconhecer sons a partir do 1º mês. Por volta dos 2 ou 3 meses, é possível que ela comece a emitir alguns sons, como “ah” e “au”, mas sem associá-los a um significado. 

Já entre os 4 e os 6 meses, ela começa a notar que os sons são acompanhados pelos movimentos da boca e pode balbuciar sons com vogais e até mesmo com algumas consoantes, como é o caso do “gu-gu” e “da-da”.

6 a 12 meses

Até por volta dos 9 meses, a criança vai continuar balbuciando alguns sons. Mas a partir dessa idade, ela pode começar a dar significado a esses grunhidos e começar a ensaiar as suas primeiras palavrinhas. 

Aos 10 meses, ela pode pronunciar a sua primeira palavrinha. Será que vai ser “mamãe” ou vai ser “papai”? Independentemente da resposta, esse é um momento extremamente aguardado e especial pelos pais, pois simboliza um grande marco na vida do pequeno. 

1 a 2 anos

Após a primeira palavrinha, o bebê já será capaz de enriquecer o seu vocabulário. Por volta dos 15 meses, ele já pode ser capaz de falar entre quatro a seis palavras e identificar animais, nomes e objetos. 

Aos 18 meses, é possível que ele avance no aprendizado e comece a formar frases com duas palavras. Entre os 19 e os 24 meses, o seu vocabulário pode ampliar para até 50 palavras. Ele será capaz de saber o próprio nome e de reconhecer os nomes dos pais e das pessoas mais próximas. 

2 a 3 anos

A partir do 2º ano, é esperado que a criança formule frases com até três palavras. Com o passar do tempo, o seu vocabulário pode chegar até 200 palavras. 

Nesse período, o pequeno também pode começar a cantar e a se interessar pela música. 

Perto dos 3 anos, a criança consegue manter uma conversa básica e compreender o que está sendo dito. Ela também pode ajustar a sua capacidade de comunicação e de interação com as pessoas de acordo com a sua faixa etária. Por exemplo: ela entende que o tom de voz pode mudar ao falar com um adulto e com um bebê

Considerações finais

Vale lembrar que cada criança tem o seu próprio ritmo de aprendizado e de desenvolvimento. 

Porém, segundo especialistas, se ela ainda não tiver emitido alguma palavra após os 2 anos, pode ser necessária a ajuda de um fonoaudiólogo e até mesmo do próprio pediatra. O profissional poderá identificar uma possível surdez ou até mesmo questões que envolvam a parte cognitiva, como déficit de atenção ou um transtorno de espectro autista. 

Para ajudar o pequeno a produzir as suas primeiras palavrinhas, os pais podem – e devem – estimulá-la nesse processo com algumas ações que podem ser desenvolvidas desde os primeiros meses. Anote as dicas e comece a aplicá-las desde já:

Se você achou que o nosso post possa ter te ajudado a entender sobre as primeiras palavrinhas, clique aqui e conheça o nosso Hospital Maternidade. 

Temos todo o conforto que você e o seu bebê merecem.

Autor: avellarmedia
Publicado há 9 meses

mail_outline
Inscreva-se na Newsletter do Blog do Domingos Lourenço e receba informações sobre maternidade direto no seu e-mail.

As pessoas também estão lendo...