Para não ter erro: qual é a “pega” correta na hora da amamentação?

Para não ter erro: qual é a “pega” correta na hora da amamentação?

A “pega” correta na amamentação é fundamental para o bebê se alimentar direitinho, ganhar o peso adequado e estreitar os laços com a mãe. Mas ela nem sempre é fácil de conseguir, porque podem existir algumas adversidades pelo caminho.

Para você descobrir como realizar a “pega” ideal, preparamos este post que também mostra: se é necessário preparar os seios antes da amamentação; e quais são os tipos de mamilo que podem dificultar esse processo.

Desejamos uma excelente leitura! 

Preparo dos seios

Antes de falarmos qual é a “pega” correta durante a amamentação, vamos tirar uma dúvida comum de muitas mulheres: se é necessário preparar os seios antes de amamentar, ou seja, se eles precisam ser estimulados para produzir leite. 

Na realidade, a mulher não precisa fazer nada, porque, graças à ação dos hormônios, o próprio corpo já se modifica para o aleitamento (pode ser que as aréolas fiquem mais escuras e as mamas maiores). 

Apesar de existirem algumas técnicas para estimular e hidratar a região da aréola e dos mamilos, na verdade, elas mais atrapalham do que ajudam. É o caso de:

Tipos de mamilos

Existem quatro tipos de mamilos: comum, invertido, plano e alongado. Dependendo do caso, os três últimos formatos podem dificultar a “pega” correta da amamentação, porque:

Vale lembrar que ter mamilos invertidos, planos ou alongados não são impeditivos de amamentar, já que o bebê precisa pegar toda a aréola, mas podem dificultar a experiência. Por isso, é fundamental que, ainda durante a gestação, a mulher converse com o seu médico obstetra, para receber assistência de como proceder nesse caso, tornando a amamentação mais confortável para ambas as partes. 

Também é aconselhável que a mulher converse com consultores de amamentação, que podem ser recomendados pelo obstetra ou pela maternidade responsável pelo parto. Os consultores vão recomendar as melhores maneiras de oferecer o peito ao bebê, dependendo do seu tipo de mamilo.

Qual é a “pega” correta na amamentação?

Agora que você já sabe que não é necessário preparar os seios antes de amamentar e que, dependendo do tipo de mamilo, podem existir dificuldades durante o aleitamento, é hora de mostrar qual é a “pega” correta na amamentação

A “pega” é fundamental para que o bebê aprenda a retirar o leite do peito de maneira eficaz, ou seja, abocanhando grande parte ou toda a aréola, não só o mamilo. 

Existem algumas técnicas que facilitam a “pega”, tornando esse momento mais especial entre mãe e filho: 

  1. leve o bebê até ao peito;
  2. a boca do bebê precisa estar totalmente aberta, com os lábios abocanhados na aréola, criando uma espécie de “vácuo” entre a boca e o seio; 
  3. os lábios do bebê precisam estar virados para fora;
  4. o queixo do bebê deve estar encostado na mama, de forma que ele consiga movimentar a língua na região para extrair o leite. Assim, o leite é produzido e liberado ao espremer a aréola;
  5. se o bebê mexer o queixo, ele estará respirando pelo nariz e se você conseguir escutá-lo engolindo, é sinal de que a amamentação está sendo realizada com sucesso!
  6. Observação: a posição de amamentação faz toda a diferença na hora de conseguir fazer a “pega”, para mãe e bebê estarem mais confortáveis.

Por outro lado, a “pega” não está correta se:

Nesses casos, há uma posição inadequada por parte da mãe ou do bebê, indicando que a criança não está posicionando a sua boca corretamente na aréola. Uma medida é usar o dedo mindinho para interromper e, assim, tentar novamente. 

Considerações finais

A “pega” correta na amamentação é fundamental para promovê-la de forma mais saudável e confortável para mãe e bebê, fortalecendo os seus laços e tornando esse momento ainda mais especial.

Caso contrário, a “pega” incorreta pode causar algumas adversidades, como:

Nesses casos, se o bebê não conseguir realizar a “pega” correta de jeito nenhum, é necessário procurar ajuda médica para saber como proceder com a amamentação, com o objetivo de facilitar esse processo e estreitar ainda mais a relação. 

Se você achou que o nosso post ajudou você a entender um pouco mais sobre a “pega” correta na amamentação, clique aqui e conheça o nosso Hospital Maternidade. 

Temos todo o conforto que você e o seu bebê merecem.

Autor: Equipe HMDL
Publicado há 2 meses

mail_outline
Inscreva-se na Newsletter do Blog do Domingos Lourenço e receba informações sobre maternidade direto no seu e-mail.

As pessoas também estão lendo...