Vérnix caseoso: detalhe importante nas primeiras 24 horas do recém-nascido

Vérnix caseoso: detalhe importante nas primeiras 24 horas do recém-nascido

Provavelmente, você já viu um recém-nascido envolto por uma camada de aparência esbranquiçada, de textura pastosa, que fica grudada na pele. 

Essa camada tem um nome: vérnix caseoso. E, apesar de sua aparência, que transmite a ideia de “sujeira”, essa substância é fundamental para a saúde do bebê, e traz diversas vantagens para a sua pele.

O ideal é que o vérnix caseoso permaneça na pele do bebê nas suas primeiras 24 horas de vida. E isso envolve, também, o momento em que deve ser dado o primeiro banho do recém-nascido.

Para você entender a importância dessa substância, preparamos este post sobre um assunto pouco falado, que acaba não ganhando a visibilidade necessária. 

Desejamos que tenha uma excelente leitura!

O que é o vérnix caseoso?

O vérnix caseoso é uma substância de aparência esbranquiçada e com textura gordurosa e pastosa, que recobre a pele do bebê recém-nascido. 

Essa substância é formada ainda na placenta, até o terceiro trimestre da gestação, pelas glândulas sebáceas do feto. Seu objetivo principal é facilitar a passagem do bebê pelo canal vaginal na hora do parto. 

Mas a presença do vérnix também é fundamental para a saúde da criança. Essa substância, composta de gordura e proteínas, diminui o risco de infecções e bactérias que são transmitidas pelo líquido amniótico, além de permitir que a pele do recém-nascido amadureça. 

vérnix caseoso

Bebês que nascem entre 36 e 39 semanas de gestação têm chances mais altas de nascerem com maior quantidade de vérnix. Por outro lado, bebês prematuros ainda não produziram uma grande quantidade da substância, e costumam apresentar pouca ou até nula presença de vérnix.

O mesmo ocorre com bebês nascidos após 40 semanas, porque tiveram grande parte do vérnix já diluído no líquido amniótico. Conforme o avanço da gravidez, a substância se desprende da pele e é diluída.

Benefícios do vérnix caseoso

Ainda vista com preconceito, devido ao seu aspecto desagradável e até mesmo visto como “sujeira”, essa espécie de “capa” protetora oferece diversos benefícios à saúde da criança.

Ainda dentro do útero, o vérnix caseoso fortalece a pele do feto, protegendo de infecções e bactérias que podem passar pelo líquido amniótico. 

E, após o parto, essa substância continua possuindo funções fundamentais para o bebê. Momentos depois do nascimento, a pele do recém-nascido se encontra muito sensível. 

A derme ainda não produz a quantidade de suor necessária para se tornar ácida e, consequentemente, menos suscetível a infecções. 

Neste quesito, o papel do vérnix é ajudar a tornar a derme do bebê mais ácida, permitindo a passagem apenas de bactérias positivas para a saúde do recém-nascido.

Outros benefícios que o vérnix caseoso traz para a pele e para a saúde da criança, são:

Por que não se deve limpar o vérnix após o parto?

Segundo a Organização Mundial da Saúde, é recomendado que o primeiro banho do recém-nascido seja dado 24 horas após o parto.

Durante esse período, o vérnix caseoso não precisa ser removido da pele da criança. Na realidade, o ideal é apenas secá-la, sem esfregar ou remover a substância, que é absorvida pela pele de forma espontânea. 

Apenas nas situações específicas que é recomendada a rápida remoção dessa substância, como exemplos: quando a mãe for HIV positiva; se tiver uma infecção genital ou no líquido amniótico. Caso contrário, a presença do vérnix é muito benéfica ao bebê. 

Além de todos as vantagens que descrevemos acima, vale lembrar que o vérnix ajuda a manter a temperatura do corpo, mantendo o bebê aquecido. 

O recém-nascido pode perder meio grau de temperatura a cada minuto, e a presença de um isolante térmico impede essa ação perigosa para o bebê.

Passadas as 24 horas, o banho já é permitido. Mas, mesmo assim, a higiene da pele do recém-nascido precisa ser leve. O primeiro banho deve limpar, mas sem tentar retirar o vérnix totalmente. 

Considerações finais

O vérnix caseoso é uma substância que facilita a passagem pelo canal vaginal na hora do parto e oferece diversas outras vantagens à saúde do recém-nascido. O ideal é não tentar removê-la de forma manual, deixando com que a pele do bebê a absorva ao longo do tempo.

Essa substância pastosa, que age como uma espécie de “capa” protetora, ajuda a pele da criança a manter uma temperatura estável, além de tornar a derme mais ácida, impedindo a passagem de bactérias negativas. 

Poucas pessoas sabem dos benefícios que o vérnix caseoso apresenta para a saúde do bebê. Por isso, procuramos esclarecer as vantagens que essa substância, que ainda é vista com preconceito devido à sua aparência, oferece. 

Se você achou que o nosso post ajudou você a entender mais sobre o vérnix caseoso, clique aqui e conheça o nosso Hospital Maternidade. 

Temos todo o conforto que você e o seu bebê merecem.

Autor: Equipe HMDL
Publicado há 2 semanas

mail_outline
Inscreva-se na Newsletter do Blog do Domingos Lourenço e receba informações sobre maternidade direto no seu e-mail.